Por que o BANI ganhou força nos últimos tempos?

O BANI nos últimos tempos ganhou muita força. Ele é a evolução do mundo VUCA (Volátil, Incerto, Complexo e Ambíguo), sendo um ambiente onde múltiplas forças agem para transformar a sociedade de diferentes maneiras.   No entanto, o BANI surge com todas as transformações da pandemia, já que o período exigiu novas modalidades de trabalho, […]

Escrito por Equipe Guia de Investimento | 21.02.2021

Gostou da leitura?

Compartilhe:

O BANI nos últimos tempos ganhou muita força. Ele é a evolução do mundo VUCA (Volátil, Incerto, Complexo e Ambíguo), sendo um ambiente onde múltiplas forças agem para transformar a sociedade de diferentes maneiras.

 

No entanto, o BANI surge com todas as transformações da pandemia, já que o período exigiu novas modalidades de trabalho, ainda mais com as recomendações de isolamento social.

 

No artigo de hoje, saiba por que o BANI ganhou notoriedade nos últimos tempos e conheça mais detalhes sobre esse conceito. Acompanhe a leitura!

Mas, primeiro: o que é VUCA?

O conceito de VUCA surgiu em meados dos anos de 1990, com a finalidade de explorar e explicar uma nova dinâmica que surgia no mundo. 

 

O cenário da pós-Guerra Fria gerou um conceito de instabilidade, insegurança mundial, transformações rápidas e, em conjunto, com inúmeras revoluções tecnológicas.

 

Diante disso, muita coisa mudou, até mesmo o atendimento médico domiciliar, que sofreu várias mudanças com a introdução de máquinas, tecnologias e novas formas produtivas.

 

No entanto, com a ampliação das TICs (Tecnologias da Informação e da Comunicação), não demorou muito para o mundo VUCA cair em desatualização.

 

Além do mais, com o contexto da pandemia, essa ideia ficou ainda mais obsoleta, exigindo novas maneiras de pensar, agir e se comportar na sociedade atual.

 

Afinal de contas, com a crise do novo coronavírus, até mesmo encontros em sala de reunião pequena foram substituídos por videoconferências, alterando as dinâmicas de trabalho, inclusive, as sociabilidades.

Afinal, o que é o BANI?

Diante dessas transformações recorrentes, surge um novo conceito: o mundo BANI. Ele marca a passagem da volatilidade para a agilidade, da incerteza para a ansiedade, da complexidade para a não linearidade e da ambiguidade para a incompreensão.

 

As letras do BANI significam:

 

  • B: Brittle (Frágil);
  • A: Anxious (Ansiedade);
  • N: Nonlinear (Não linearidade);
  • I: Incomprehensible (Incompreensível).

 

A seguir, conheça alguns dos principais aspectos do acrônimo.

Frágil

Se durante o mundo VUCA, a volatilidade era algo predominante, agora com o BANI, essa rapidez atingiu graus tão extremos que praticamente tornou-se algo frágil. Isso significa que é uma grande impermanência.

 

Hoje em dia, as pessoas acham que podem perder o emprego a qualquer instante. Até mesmo a realização de um plano alimentar para emagrecer causa essa insegurança, pois há quem acredite que possa perder tudo em questão de instantes.

Ansiedade

Com certeza, a ansiedade é algo que ganhou muita força nos últimos tempos, ainda mais no contexto da pandemia. Afinal de contas, com as inúmeras incertezas e fragilidades do mundo, as pessoas estão cada vez mais receosas com as mudanças.

 

Há quem sofra simplesmente pelo fato de fazer um simples check up geral, por exemplo, por ter medo do que pode acontecer.

 

No mundo BANI, essa ansiedade causa vários problemas, como dificuldades na tomada de decisão, insegurança, crises de pânico, entre outras situações.

Não linearidade

A não linearidade diz respeito à desconexão entre causa e efeito. Com a crise da Covid-19, percebeu-se a ruína do sistema moderno, bem como de muitas atitudes, que causaram a instabilidade ambiental e diversos outros desastres.

 

Conforme aponta um artigo da MIT Sloan, o mundo BANI é um local onde até mesmo as pequenas decisões podem trazer grandes resultados e, ao mesmo tempo, um enorme esforço pode não resultar em nada.

Incompreensível

Finalmente, a ideia de incompreensível surge da grande ambiguidade do mundo de hoje. No BANI, as informações correm com tanta rapidez e volatilidade, que muitas pessoas simplesmente não sabem como se comportar.

 

Sendo assim, a incapacidade de compreender o que se pode fazer parece algo que ajuda a intensificar a crise. Afinal de contas, pessoas e profissionais nem sempre sabem exatamente a resposta.

Como lidar com o mundo BANI?

Diante de todas essas incertezas, dentro do mundo BANI parece difícil realizar até mesmo atividades simples, como preparar um flyer digital. Mas, ao contrário do que parece, é possível sim lidar com esse novo cenário.

 

O BANI pode oferecer um “norte” sobre quais serão os próximos passos para uma organização, um líder, ou até mesmo para iniciativas pessoais.

 

Além disso, nem tudo é tão ruim assim no mundo BANI. Com ele, também veio a oportunidade de flexibilizar o tempo, promover uma liderança remota e ter mais autonomia de trabalho.

 

Dessa forma, é possível desenvolver resiliência, empatia, inteligência emocional e muitas outras competências para obter sucesso. Por isso, desenvolver essas competências é o primeiro passo para lidar com o mundo BANI.

 

Fora que alguns tipos de trabalho ganharam notoriedade por conta disso. Por exemplo, a busca por cartão de visita psicologo aumentaram consideravelmente, pois as pessoas queriam se encontrar, ainda mais diante do contexto da pandemia.

 

Vale ressaltar que os conteúdos no mundo BANI estão totalmente entrelaçados. Isso significa que é preciso ser multidisciplinar e se preparar para desenvolver iniciativas relacionadas com a área de Liderança, Recursos Humanos, Cultura Organizacional, etc.

 

Inclusive, o setor educacional já percebeu a necessidade de ampliar os olhares acerca dessa dinâmica. Tanto que vários jogos educacionais, como tapete atividade infantil já são confeccionados visando o aprendizado para o mundo BANI.

5 dicas para se preparar para o mundo BANI

Como vimos, as soft skills estão cada vez mais em alta e são importantes para o desenvolvimento profissional, pessoal e para o aprimoramento das habilidades.

 

Além do mais, é necessário desenvolver mais ferramentas tecnológicas para diminuir a incompreensibilidade das informações atuais. Por esse motivo, programadores e cientistas de dados são cada vez mais imprescindíveis para as empresas.

 

Pensando nisso, separamos algumas dicas que podem te ajudar a se preparar ainda mais para o mundo BANI. Confira!

1 – Cuide da sua saúde mental

Cuidar da saúde mental tornou-se algo imprescindível no mundo BANI. Isso ficou ainda mais evidente no contexto da pandemia, já que as medidas de isolamento social tornaram as pessoas mais ansiosas, estressadas e deprimidas.

 

De acordo com uma pesquisa realizada pela Fiocruz, os sintomas de ansiedade e depressão afetaram cerca de 47,3% dos trabalhadores de serviços essenciais durante a pandemia da Covid-19 no Brasil e na Espanha.

 

Além disso, cerca de 44,3% das pessoas abusaram de bebidas alcoólicas, 42,9% sofreram mudanças nos hábitos de sono e mais de 30% foram diagnosticadas com doenças mentais.

 

Por esse motivo, é importante manter a saúde mental em dia. Isso vale para todos os tipos de trabalho, desde administradores a colaboradores que fazem papel timbrado de empresa.

2 – Seja adaptável

Diante da volatilidade do mundo BANI, é fundamental que sejamos adaptados às novas realidades, acompanhando essas transformações constantes.

 

Por esse motivo, hoje em dia, as empresas exigem que seus trabalhadores saibam se adaptar aos diferentes tipos de atividades, desenvolvendo até mesmo habilidades que não conheciam para se manterem ativos.

3 – Seja transparente

Atualmente, as falhas de comunicação estão cada vez menores, diante do desenvolvimento das TICs. Por esse motivo, os problemas normalmente ocorrem pela falta de transparência de algumas pessoas.

 

Sendo assim, as organizações valorizam cada vez mais os colaboradores honestos, que saibam identificar quando há algum problema e expressem suas dúvidas com honestidade.

4 – Domine as tecnologias

A tecnologia se desenvolve com uma rapidez cada vez maior. Por esse motivo, as companhias exigem que as pessoas saibam acompanhar essas transformações e aprendam rapidamente como usar os novos recursos tecnológicos.

 

Aliás, quem não consegue acompanhar esse desenvolvimento, acaba ficando para trás no mundo BANI. Não é à toa que muitas organizações estão preferindo contratar pessoas mais jovens, que sabem como usar essas tecnologias.

5 – Invista na sua capacitação

Em um mundo de fragilidade, é importante ter alguma base sólida para nos sentirmos menos inseguros. 

 

Por essa razão, uma dica é investir em nossa capacitação profissional, justamente para aprimorarmos nossos conhecimentos e nos sentirmos cada vez mais confiantes.

 

Uma das vantagens do mundo BANI é a possibilidade de encontrar vários cursos e ensinamentos através das tecnologias, principalmente com o avanço da internet.

 

Dessa maneira, não há como parar no tempo. É preciso investir na capacitação profissional e pessoal, para alcançar resultados ainda mais prósperos no mundo BANI.

Conclusão

O mundo BANI chegou para ficar. Apesar desse conceito ser repleto de características que podem assustar, devido à sua fragilidade, incompreensão, não linearidade e ansiedade, é possível sim sobreviver a esse novo cenário.

 

O artigo de hoje buscou mostrar um pouco o que é o mundo BANI, além de trazer algumas dicas para te ajudar a se preparar para esse contexto que veio acompanhado da pandemia da Covid-19.

 

Desse modo, você irá vivenciar ótimas experiências e descobrir como passar pelo mundo BANI.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Assine nossas newsletteres

Receba conteúdos exclusivos do UOL EdTech na sua Caixa de Entrada

*
*
*